O sequestro da subjetividade e o desafio de ser pessoa

O sequestro da subjetividade é um dos temas que está sendo abrangente na sociedade atual.Para os que não possuem um conhecimento mais maduro a respeito do assunto, vou levantar algumas questões ocorridas diariamente em nosso cotidiano.Primeiramente quero fazer uma pequena abordagem, precisamos ter conhecimento no que se refere ao sequestro do corpo.O que seria??
O sequestro do corpo refere-se primeiramente ao aprisionamento material da pessoa.Tratar o sequestro da subjetividade na comparação com o sequestro do corpo não significa que estamos fazendo uma ruptura entre a materialidade do ser humano e sua subjetividade.Mas sim de um sequestro de sentimentos, abordado no livro do autor Padre Fábio de Melo.Nele temos um exemplo clássico que acontece diariamente entre casais de namorados, um aprisionamento na relação sócio-afetivas.Nesse relacionamento há uma das piores prisões, a do sentimento que foi roubado, a dependência que o outro faz no seu parceiro.Segundo a Antropologia teológica cristã, o conceito de pessoa dever ser compreendido a partir de dois pilares: ser pessoa consiste em ”dispor e si” e ”estar disponível”.O primeiro caracteriza em nossa singularidade o nosso amor próprio, a aventura de desvendar nossos territórios, descobrimos lugares nunca antes percebido.O segundo pilar conceituada também no livro é em estar disponível, significa ter a condição de receber visitas.A presença do outro remete a diferenciação, a descoberta que não somos o outro e que nesse contexto somos desafiados a unir aquilo que somos com os outros não são.Nós humanos temos muitas dificuldades em nos adaptarmos rapidamente as diferenças,mesmo endo debatidas diversas vezes, através de campanhas e até mesmo pelos veículo midiáticos.E para você qual seria o maior desafio???

Anúncios

1 thought on “O sequestro da subjetividade e o desafio de ser pessoa”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s